Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

Questionar continuamente

Quanto mais questiono a tradição que se foi infiltrando na igreja ao longo dos séculos, mais podres encontro. A igreja mudou muito desde os seus tempos primitivos, mas o problema não é esse. A prática do cristianismo pode evoluir, adaptando-se aos tempos modernos. O problema são as tradições não bíblicas que se foram infiltrando na igreja. Práticas que são inquestionáveis pela igreja tradicional devido à sua antiguidade, mas que quando são examinadas à luz das Escrituras, rapidamente ruem.

É tempo de o cristão avaliar cada uma das práticas da sua experiência cristã, para que ela se torne mais simples e ao mesmo tempo mais próxima de Deus. Mas aviso já que é um processo que mexe muito connosco, pois apercebemo-nos do quanto andamos iludidos. Mas por outro lado essa limpeza vai-nos levar para mais junto de Cristo.

Questionar é bom?

Eu acho que sim. A minha experiência tem me ensinado que quanto mais questiono aquilo que acredito, mais firmes ficam as crenças que têm uma boa base. E é a única forma de alterarmos em nós aquilo que está mal.

Questionar é bom, e os líderes não devem ter medo disso. Questionar as coisas não é pôr em causa a liderança de uma igreja. É progredir. Nenhum de nós conhece toda a verdade. Nenhum líder conhece toda a verdade. Todos nós somos pessoas com crenças incompletas, que necessitam de ser questionadas, aperfeiçoadas, fundamentadas. E se não as questionarmos, isso não vai acontecer.

Falando dos judeus de Bereia, Lucas disse o seguinte: "Estes tinham sentimentos mais nobres do que os de Tessalónica, e acolheram a palavra com maior interesse. Examinavam diariamente as Escrituras para verificarem se tudo era, de facto, assim." (Actos 17:11)

Questionar é crescer.