Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

A globalização e a igreja local

Na geração dos meus pais, o mundo ainda não estava tão globalizado. As famílias ficavam sempre na mesma terra, e as pessoas que conhecíamos eram todas dali. E de certa forma isso continua a acontecer fora dos centros urbanos, embora o interior esteja cada vez mais deserto.

No contexto dos grandes centros urbanos a igreja local (igreja das pessoas de uma localidade) deixa cada vez mais de ter sentido. Os nossos relacionamentos estão cada vez mais dispersos. Eu vivo em Massamá, mas a maior parte das pessoas que conheci na universidade, e que conheço na empresa onde trabalho, vivem noutras áreas da grande Lisboa. E o mesmo acontece em termos de igreja. A grande maioria das igrejas já não é local, pois as pessoas que fazem parte delas não moram todas na mesma região.

Quanto mais globalizado for o nosso mundo, menos local será a igreja.