Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

O problema das frases feitas

Já tinha falado disto neste artigo, mas hoje estava a pensar um pouco mais sobre o assunto. Qual é o objectivo de andar com um cartaz a dizer "Eu sou de Jesus"? Por mais que eu consiga pensar, isso não tem qualquer objectivo evangelístico. Ninguém vai começar a seguir Jesus só porque eu levanto um cartaz com uma frase feita. Muito pelo contrário, vão rotular-me de fanático longe da realidade do dia a dia.

Depois de pensar e pensar, cheguei à conclusão que a única razão possível é para me gabar, para dizer que sou melhor do que os outros. E depois pus-me a pensar na quantidade de eventos "evangelísticos" que não são mais do que um grupo de cristãos a se gabarem daquilo que são. Entristece-me isso. Entristece-me que os cristãos estejam mais preocupados em se gabar, do que em mostrar no dia a dia o que significa ser de Jesus.

Eu sou de Jesus!

Não gosto desta frase. Nunca gostei. Mas nunca percebi o porquê de não gostar desta frase. Mas esta semana cheguei a uma conclusão a respeito disso.

Esta frase é usada por alguns cristãos para dizerem que são cristãos. A razão porque eu não gosto da frase, é porque acredito que o verdadeiro cristão não precisa apregoar aos sete ventos que é cristão. As pessoas vão ver que ele é cristão, pela forma como ele age, pela forma como ele é. Porque se alguém é verdadeiramente cristão, isso vai notar-se em todas as áreas da sua vida.

Eu sei que nem sempre estamos à altura disso, mas usar um slogan não vai ajudar.