Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

Quem é o nosso próximo?

Mikado"Entretanto, chegou certa mulher samaritana para tirar água. Disse-lhe Jesus: «Dá-me de beber.»" (João 4:7)

Uma frase tão simples, e aparentemente tão vazia de significado. É que a sociedade de hoje é muito diferente da sociedade judia em que Jesus estava inserido. Ao lermos esta frase, esquecemo-nos que para os judeus do tempo de Jesus, todos os outros povos estavam irremediavelmente longe de Deus, e apenas eles eram os escolhidos. E claro, era necessário ser homem para disfrutar da plenitude da religião judia, pois as mulheres estavam impedidas da participação na maioria das actividades.

E eis que surge um homem, rabi, um líder dentro da sociedade judaica, a falar com uma mulher samaritana! A deitar por baixo, com uma simples frase, todo um preconceito de vários séculos. É difícil imaginar o choque para as pessoas daquela sociedade. Através deste acto (e de outros), Jesus mostrou que não há lugar para discriminação no reino de Deus.

Ai de nós se, como os escribas e fariseus, discriminamos entre uns e outros, decidindo quem é digno de ser tratado por nós como igual, e quem é considerado inferior a nós. Se não percebemos que crente ou descrente, preto ou branco, magro ou gordo, toda a pessoa é nosso próximo (diria até nosso irmão) a quem devemos o mesmo respeito; então não percebemos a verdadeira mensagem de Cristo.

Amai o próximo como a vós mesmos. E quem é o nosso próximo? Se até aos nossos inimigos devemos amar, então nenhuma pessoa está excluída. Todos são nossos próximos. Tratemo-los como tal.

3 comentários

Comentar post