Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

Publicidade

Saída de campo a Odiel (2007-01-14)

Já na volta para Portugal, passamos brevemente pelo Parque Natural de Odiel. Nada de especial, é uma zona de salinas. Mas foi a primeira vez que vi a Petinha Marítima.

Lista de espécies:

Pisco de Peito Azul (Luscinia svecica) - 1
Petinha Marítima (Anthus petrosus) - 1
Pilrito Pequeno (Calidris minuta) - 1
Maçarico das Rochas (Actitis hypoleucos) - 2
Borrelho Pequeno de Coleira (Charadrius dubius) - 1
Perna Vermelha (Tringa totanus) - 2
Mergulhão de Pescoço Preto (Podiceps nigricollis) - 16
Pilrito de Peito Preto (Calidris alpina) - 1
Guincho (Larus ridibundus) - ~100
Perna Verde (Tringa nebularia) - 2
Flamingo (Phoenicopterus ruber) - 1
Maçarico Galego (Numenius phaeopus) - 1

Saída de campo a El Alcebuche (2007-01-14)

El Alcebuche é o centro principal do Parque Nacional de Doñana. É de lá que partem as visitas guiadas ao interior do Parque nos autocarros todo o terreno. É uma visita que vale bem a pena fazer. Foi a primeira vez que vi a Gaivota de Audouin.

Pega azul (Cyanopica cyanus)Pega azul (Cyanopica cyanus)
Águia Imperial Ibérica (Aquila adalberti)Gaivota de Audouin (Larus audouinii)
Pega Rabuda (Pica pica)

Lista de espécies:

Negrola (Melanitta nigra) - ~115
Corvo Marinho (Phalacrocorax carbo) - 9
Pardela do Mediterrâneo (Puffinus mauretanicus) - ~30
Gaivota de Patas Amarelas (Larus michahellis) - ~400
Gaivota de Asa Escura (Larus fuscus) - ~400
Pilrito das Praias (Calidris alba) - ~100
Falcão Peregrino (Falco peregrinus) - 2
Ostraceiro (Haematopus ostralegus) - ~180
Borrelho de Coleira Interrompida (Charadrius alexandrinus) - 7
Estorninho Preto (Sturnus unicolor) - 5
Ganso Bravo (Anser anser) - ~1000
Corvo (Corvus corax) - 1
Picanço Real (Lanius meridionalis) - 1
Águia Imperial (Aquila adalberti) - 1
Pato Trombeteiro (Anas clypeata) - ~30
Peneireiro (Falco tinnunculus) - 1
Negrinha (Aythya fuligula) - 1
Pato de Bico Vermelho (Netta rufina) - 3
Piadeira (Anas penelope) - 10
Mergulhão Pequeno (Tachybaptus ruficollis) - 1
Galeirão (Fulica atra) - ~10
Zarro (Aythya ferina) - ~20
Flamingo (Phoenicopterus ruber) - ~300
Pato Real (Anas platyrhynchos) - 2
Frisada (Anas strepera) - 10
Grou (Grus grus) - 3
Milhafre Real (Milvus milvus) - 2
Poupa (Upupa epops) - 2
Tentilhão (Fringilla coelebs) - 3
Cotovia de Poupa (Galerida cristata) - 2
Águia de Asa Redonda (Buteo buteo) - 2
Chapim Real (Parus major) - 2
Felosinha (Phylloscopus collybita) - 1
Guincho (Larus ridibundus) - 10
Garajau (Thalasseus sandvicensis) - 42
Garça Real (Ardea cinerea) - 3
Melro (Turdus merula) - 2
Rola do Mar (Arenaria interpres) - 3
Águia Calçada (Hieraetus pennatus) - 1

Veado (Cervus elaphus) - 2
Javali (Sus scrofa) - 21
Gamo (Dama dama) - 10

Saída de campo a Valverde (2007-01-13)

Valverde fica bem no interior do Parque Natural, e é outro dos centros de interpretação do Parque Natural de Doñana. O caminho para lá chegar é longo e não muito bom, mas vale o esforço. No trajecto vi 3 espécies novas: A Cegonha Preta (finalmente!), a Garça Branca Grande, e o Alcaravão (este só vi em voo).

Invasão de Flamingos

Lista de espécies:

Garça Boieira (Bubulcus ibis) - 97
Peneireiro (Falco tinnunculus) - 19
Pega Azul (Cyanopica cyanus) - 1
Pega (Pica pica) - 8
Águia de Asa Redonda (Buteo buteo) - 2
Pardal (Passer domesticus) - ~10
Cegonha branca (Ciconia ciconia) - 21
Garça Branca (Egretta garzetta) - 29
Corvo Marinho (Phalacrocorax carbo) - 5
Garça Real (Ardea cinerea) - 23
Pato Real (Anas platyrhynchos) - 4
Cartaxo (Saxicola torquata) - 19
Felosinha (Phylloscopus collybita) - 7
Cegonha Preta (Ciconia nigra) - 3
Águia Sapeira (Circus aeruginosus) - 1
Trigueirão (Miliaria calandra) - 7
Íbis Preto (Plegadis falcinellus) -7
Galinha d'Água (Gallinula chloropus) - 6
Garça Branca Grande (Ardea alba) - 3
Pintassilgo (Carduelis carduelis)- 2
Camão (Porphyrio porphyrio) - 21
Garça Vermelha (Ardea purpurea) - 1
Grou (Grus grus) - ~610
Milhafre Real (Milvus milvus) - 1
Fuinha dos Juncos (Cisticola juncidis) - 1
Maçarico Bique Bique (Tringa ochropus) - 1
Ganso Bravo (Anser anser) - ~30
Andorinha das Chaminés (Hirundo rustica) - 2
Papa Ratos (Ardeola ralloides) - 4
Alcaravão (Burhinus oedicnemus) - 3
Perna Longa (Himantopus himantopus) - ~40
Alfaiate (Recurvirostra avosetta) - ~100
Alvéola Branca (Motacilla alba) - 1
Arrábio (Anas acuta) - ~200
Flamingo (Phoenicopterus ruber) - ~1230
Estorninho Preto (Sturnus unicolor) - ~100
Petinha dos Prados (Anthus pratensis) - 1
Gaivota de Patas Amarelas (Larus michahellis) - 1
Pisco de Peito Ruivo (Erithacus rubecula) - 1
Galeirão (Fulica atra) - ~200
Pato Trombeteiro (Anas clypeata) - ~4
Pato de Bico Vermelho (Netta rufina) - 1
Mergulhão de Poupa (Podiceps cristatus) - 4
Mergulhão Pequeno (Tachybaptus ruficollis) - 2

Lebre (Lepus europaeus) - 1
Gamo (Dama dama) - 23

Saída de campo a La Rocina (2007-01-13)

La Rocina é um dos centros de interpretação do Parque Natural de Doñana. É uma zona de pinhal, junto a zonas alagadas, com vários esconderijos para observação de aves. No dia em que fomos estava um bocado fraco.

Lista de espécies:

Águia Sapeira (Circus aeruginosus) - 1
Garça Branca (Egretta garzetta) - 7
Chapim Rabilongo (Aegithalos caudatus) - 2
Trepadeira (Certhia brachydactyla) - 1
Garça Real (Ardea cinerea) - 5
Cartaxo (Saxicola torquata) - 3
Zarro (Aythya ferina) - ~60
Pisco de Peito Ruivo (Erithacus rubecula) - 4
Mergulhão Pequeno (Tachybaptus ruficollis) - 2
Pato Real (Anas platyrhynchos) - 12
Cegonha branca (Ciconia ciconia) - 6
Galinha d'água (Gallinula chloropus) - 2
Pombo Torcaz (Columba trocaz) - 1
Melro (Turdus merula) - 1

Rato do Campo (Apodemus sylvaticus) - 1

Saída de campo a El Rocio (2007-01-13)

Esta foi a primeira de várias saídas efectuadas no Parque Natural de Doñana, numa viagem da Relevos. El Rocio é uma vila que fica bem no limite do Parque Natural, e é palco de uma romaria anual bem conhecida.

Foi uma óptima forma de começar o fim de semana. Só nesta saída tive a oportunidade de ver 3 novas espécies. O Ganso Bravo, o Papa Ratos, e ainda mais extraordinário, o Camão Pequeno. O Camão Pequeno acabou por ser o ponto alto desta saída, devido à sua raridade. Mas além disso, a oportunidade de ver vários Íbis Pretos de perto, durante bastante tempo, que só tinha visto uma vez.

Camão pequeno (Porphyrula alleni)Íbis preta (Plegadis falcinellus)
El Rocio

Lista de espécies:

Pardal (Passer domesticus) - 16
Estorninho Preto (Sturnus unicolor) - ~40
Pombo das Rochas (Columba livia) - ~20
Arrábio (Anas acuta) - ~400
Pato Trombeteiro (Anas clypeata) - ~20
Íbis Preto (Plegadis falcinellus) - ~100
Flamingo (Phoenicopterus ruber) - ~500
Galeirão (Fulica atra) - 6
Felosinha (Phylloscopus collybita) - 4
Garça Boieira (Bubulcus ibis) - 6
Garça Branca (Egretta garzetta) - ~30
Colhereiro (Platalea leucorodia) - ~50
Galinha d'água (Gallinula chloropus) - 13
Cegonha branca (Ciconia ciconia) - 20
Ganso Bravo (Anser anser) - 9
Milherango (Limosa limosa) - 14
Papa Ratos (Ardeola ralloides) - 1
Alvéola Branca (Motacilla alba) - 1
Petinha dos Prados (Anthus pratensis) - 2
Pintassilgo (Carduelis carduelis) - 5
Guincho (Larus ridibundus) - 11
Marrequinha (Anas crecca) - 1
Rabirruivo (Phoenicurus ochruros) - 2
Zarro (Aythya ferina) - 15
Camão Pequeno (Porphyrula alleni)) - 1
Alfaiate (Recurvirosta avosetta) - 2
Cartaxo (Saxicola torquatus) - 2
Garça Real (Ardea cinerea) - 1
Pisco Peito Ruivo (Erithacus rubecula) - 1
Melro (Turdus merula) - 1
Abibe (Vanellus vanellus) - 1

Final do Japonês nível 4

Ontem terminei o nível 4 de japonês. Penso que foi o nível em que senti o meu japonês evoluir mais. E vendo bem, faz sentido.

O nível 1 foi mais focado no Hiragana (um dos alfabetos japoneses), o nível 2 no Katakana (o outro alfabeto), e o nível 3 no Kanji (caracteres chineses em que cada um tem um significado completo). Aprendi gramática e conversação, mais foi tudo do género quem eu sou, quantos anos tenho, o que é isto, o que é aquilo, fui ali, vim dali. Mas no nível quatro já aprendemos muito mais verbos. Ou seja, agora, não só sei dizer quem eu sou, mas sei dizer o que eu faço.

O nível 5 vai começar já na próxima terça-feira, e vai focar-se mais nos adjectivos. O que eu gosto (ou não), o que eu acho das coisas, etc. Vai ser um nível bem interessante.

Coruja das Torres na Ponta da Erva

Coruja das torres (Tyto alba) Ontem à noite fui com o Neo ver corujas na ponta da erva. Foi a primeira vez, tanto para mim como para ele. Apesar de eu já ter visto corujas por duas ocasiões, nunca tinha tido oportunidade de ver como deve de ser, e desta vez deu. Até consegui tirar uma foto!

Vimos 9 Corujas das Torres, a espécie mais comum em Portugal. Foi pena não termos visto outras espécies (havia a possibilidade de ver o Bufo Pequeno ou a Coruja do Nabal também), mas apesar disso foi uma experiência muito fixe.

Na próxima vez vamos melhor preparados. Com focos e melhores flashes, em vez de só termos os máximos do carro e os flashes que vêm com as máquinas. Esta foto foi tirada com uma lente de 50mm e com o flash da própria Nikon D50. Com um flash a sério tinha conseguido usar uma lente maior...

Publicidade

Pág. 1/3