Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

A forma e os princípios

A prática pode, se quisermos, ser dividida em duas partes. Uma parte é a prática fundamental (vamos dar-lhe o nome de princípios, por falta de palavra melhor) que é imutável, e a outra parte é a forma como esses princípios são executados.

Vou exemplificar. Existe uma prática que é o relacionamento entre as pessoas. Em termos de igreja, essa é uma prática fundamental, ou normativa. Não existe igreja sem relacionamentos. A forma como esses relacionamentos existem e se desenvolvem é que varia bastante.

É importante analisar o novo testamento tendo em conta esses dois aspectos da prática. Há práticas que estão lá que fazem parte da prática fundamental da igreja, e outras que são apenas formas de desenvolver essas práticas. E os mesmos princípios que suportam a igreja do primeiro século devem suportar a igreja de hoje. Por exemplo, os relacionamentos continuam a ser importantes em qualquer época, mas se nos cumprimentamos com uma vénia ou um beijo, já são formas diferentes de viver esses relacionamentos, e não são normativas.

Outra coisa a ter em atenção é que são os princípios que influenciam as formas, e não o contrário. Nós até podemos alterar toda a forma como uma igreja se relaciona, mas se os princípios permanecerem os mesmos, mais tarde ou mais cedo a forma vai voltar ao que era antes, sem ter qualquer influência nos princípios. Por exemplo, podemos acabar com os cultos e fazer com que a igreja se reuna toda em grupos pequenos, mas isso não vai fazer com que os princípios mudem. Essa nova forma (grupos pequenos) vai ser moldada pelos princípios que existem, e esses grupos pequenos vão acabar por se tornar em mini-cultos.

Se queremos uma estratégia de mudança, é necessário primeiro trabalhar os princípios da comunidade. A forma será moldada por esses mesmos princípios mais tarde ou mais cedo.

Institucional ou relacional?

"Longe de ser um corpo ou uma família, a igreja para a maioria de nós é uma organização ou uma instituição. O contraste entre a forma institucional da igreja contemporânea e a forma relacional da igreja do primeiro século dificilmente poderia ser mais contrastante." (Hal Miller)

Hoje em dia falamos da necessidade de reavivamento, de renovação, até de reforma. Queremos ver a manifestação da presença e do poder de Deus no nosso meio. Mas pensar que é possível experimentar isso dentro da igreja institucional, é o mesmo que pensar ser possível experimentar a potência de um carro de Fórmula 1 com uma bicicleta. Não é possível. Se queremos experimentar o que a igreja do primeiro século experimentava, precisamos praticar o que eles praticavam.

Institutional vs Relational

"Far from being a body or a family, the church for most of us is an organization or an institution. The contrast between the institutional shape of the contemporary church and the relational shape of the first-century church could hardly be more striking." (Hal Miller)

Something got lost in the process. Slowly the church reshaped from a relational community to a hierarchical institution. Relationships in the church of today is but a dim image of what it once was.

Trying to experience the same presence of God the early church did without experiencing the same practices, is like trying to experience the power of F1 cars with a bicycle. It's just not possible to experience it completely inside the institutionalized church. We have to rethink the practice of the church, making it more subject to Jesus, if we want to experience his presence.

O meu DNA


Esta semana tenho estado numa de fazer testes a mim mesmo. Desta vez foi o Personal DNA. O resultado foi que sou um inventor reservado. Veio confirmar o que eu já pensava de mim. Tenho bastante a melhorar no âmbito relacional.

Outras coisas interessantes foram as pontuações altas que tive em abertura a novas coisas e na forma de alcançar objectivos. Onde tive pontuações baixas foi na empatia (só 4%! Estou assim tão mal?), na extroversão e na atenção ao estilo (nunca fui de modas, para mim o que conta é conforto). Além disso sou mais sonhador do que agarrado à terra, e extremamente funcional.

Domínios .pt

Já se sabia, mas hoje foi anunciado oficialmente pelo FCCN que os domínios .pt vão ser facilitados. Na prática isso reflecte-se em:

- Menos burocracia
- Mais barato
- Mais modalidades (1, 3, e 5 anos)

Em relação aos preços, acho que continua a ser caro. 22€ por ano por um registo .pt, havendo um desconto no caso do registo ser feito por 3 ou 5 anos. É bem mais barato comprar um domínio .com, .net ou .org. Mas o facto de facilitarem os registos já é um óptima notícia.

O que falta acontecer é a liberalização dos domínios, à imagem do que acontece com outros.

Rute User's Tutorial and Exposition

If you want to learn how to use Linux, the Rute User's Tutorial and Exposition is THE source. I used it to learn linux a long time ago and I still use it as a reference sometimes.

This book can be used as a tutorial for the newbie, or as a reference for the more advanced user. It covers evrything you really need to know about the system, and even goes into subjects like c programming, system administration, networks, mail servers, Apache web server, postgreSQL, samba, and many other things. And its free! What more can you ask?

Taxonomy

Taxonomy* is the science of classifying living things. The bird watcher registers his observations based on the taxonomy of bird species. That classification helps identifying the birds, through knowledge of the family of the bird, making the number os species to compare smaller.

There are several websites that help us doing that. The reference I use the most is Avibase, which has the taxonomic tree of birds, and gives the name of the birds in several languages, the world map of the localization of the species, and other interesting information.

Another website I discovered recently is iSpecies, which is not only about birds, but about every animal species. It's a search engine that gives lots of interesting information about a certain specie, including photos.

The best place to find bird photos of birds in the internet, in my opinion, is a flickr group named Field Guide: Birds of the World, where you can search for birds by scientific name.

With no doubt, the internet helps a lot the study of birds.

Taxinomia

A taxinomia* é a ciência de classificação de seres vivos. O observador de aves regista as suas observações com base na classificação taxinómica das várias espécies de aves. Essa classificação permite-nos saber como as espécies se relacionam entre si. Um correcto conhecimento das famílias de espécies ajuda-nos na identificação de uma ave que não conhecemos, uma vez que identificando a família da ave, o número de espécies a verificar diminui bastante.

Existem alguns sites que nos podem ajudar bastante na classificação de aves. A principal referência que uso é a Avibase, que além de ter toda a estrutura taxinómica das aves, permite saber o nome das aves em muitas línguas diferentes, o mapa de localização das espécies, e outras informações interessantes.

Outro site que descobri recentemente é o iSpecies, que não é só sobre aves. É um motor de pesquisa de espécies. Fornece uma série de informação interessante, incluindo fotos.

Em termos de fotos, o melhor sítio que conheço neste momento é o grupo do flickr chamado Field Guide: Birds of the World, onde se pode pesquisar por nome científico. Também existe outro grupo português que se chama Aves em Portugal.

Sem dúvida que a internet veio trazer uma nova dimensão à observação de aves.

* taxinomia, taxionomia e taxonomia são 3 palavras com o mesmo significado, mas a primeira é a mais correcta.