Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

Evangelismo e crescimento da igreja

Acho que devemos ver estas coisas como sendo diferentes. Uma coisa é evangelismo, outra é o crescimento da igreja. Em termos de crescimento da igreja, temos dois tipos de crescimento. O quantitativo, quando alguém decide se juntar a nós, e o qualitativo, quando as pessoas que compõem o grupo estão a amadurecer na sua fé. Mas quando se fala de crescimento da igreja, normalmente as pessoas estão a pensar no crescimento numérico.

E nesse sentido, evangelismo é diferente de crescimento da igreja (isto porque eu acredito que evangelismo e discipulado não são coisas possíveis de separar). Evangelismo é ajudar alguém a aproximar-se mais de Cristo, ajudando-a a apontar a sua vida para Cristo, a alinhar a sua vida com o caminho de Cristo.

O problema é que muitas vezes o cristão vê o evangelismo com sinónimo de crescimento numérico da igreja, e como tal, todo o seu esforço está em trazer pessoas à sua igreja. E a partir do momento em que consegue esse objectivo, vê a obra como concluída. Todo o seu esforço evangelísitico está em levar a pessoa a entrar numa igreja, e fazer a "oração do pecador" para conseguir a salvação. E portanto os convites para irem à sua igreja sucedem-se, mesmo que as pessoas ainda não tenham chegado ao ponto de dar esse passo.

Em Agosto Lisboa pára

Eu acho que isto é algo próprio da cultura alfacinha. No Algarve não é assim, e no Porto já me disseram que também não é assim, embora também se note um pouco. Mas aqui em Lisboa, é mesmo o extremo. De um dia para o outro metade dos serviços fecham (restaurantes, cafés, etc), e uma boa parte das lojas também. Os transportes passam de ter pessoas enlatadas para terem bancos a sobrar. As igrejas ficam com metade das pessoas (ou mesnos). E até o meu blog sofre uma redução de visitantes. Impressionante. Gostaria de saber até que ponto isto é algo próprio do nosso país, ou se outras culturas também têm disto.

O evangelho e a cultura não são inimigos

Mais um artigo excelente do Ross.

O evangelho não pertence a nenhuma cultura específica. O evangelho tem expressão em qualquer cultura. Negar estas coisas e tentar pregar o evangelho juntamente com uma determinada cultura, é o mesmo que se fez na colonização de África. Isso, em termos de evangelismo, é uma aberração!

E nenhuma cultura é eterna. Da mesma forma que não faz sentido ser igreja da mesma forma que se era há 10 anos atrás, daqui a 10 anos já não faz sentido ser igreja como somos agora. O evangelho mantém-se, mas a sua expressão é feita através da cultura existente no momento, e essa, está em constante mudança.

Livro lido: A Pomba de Patrick Süskind

Agora que voltei às minhas leituras, de vez em quando vou fazer uma crítica aos livros que vou lendo. Vou tentar ter sempre uma foto em que eu estou a segurar o livro, e em que vou tentar mostrar pela minha expressão se o livro é bom, mau, ou assim assim. E para mim, um livro que classifico como assim assim, é um livro que vale a pena ler.

Este é um livro que se lê bem. A história em si é muito simples, mas acho que é exactamente aí que está a beleza do livro, em que o autor pega nela e torna-a interessante. O livro explora bastante a forma como a mente humana trata os seus medos, e principalmente como a quebra da rotina pode gerar um grande medo. E quanto maior essa rotina, mais medo vem da sua quebra.

O autor deve ser bem conhecido, principalmente por um livro excelente dele que é O Perfume. É um dos meus autores favoritos, devia fazer mais livros :). Mas A Pomba fica aquém de O Perfume, e mesmo de A História do Senhor Sommer. Mesmo assim é um livro que vale a pena ler.

Como foi a igreja no café?

Igreja no caféFoi bom, e é uma experiência a repetir. Começamos por contar umas piadas (das quais gravei duas em vídeo), que era um requisito obrigatório, e depois a Gracinda esteve a falar sobre um quadro que ela fez. Por fim, falámos sobre o que significa ser cristão na prática, e especificamos isso para o projecto do Espaço Vida Nova (mais novidades sobre isso mais tarde). Por fim, terminamos com oração.

Já coloquei os dois vídeos no Daily Motion, mas ainda estão no processo de "encoding", por isso ainda não dá para serem vistos. Quando estiverem eu coloco aqui os links.

Update: Finalmente ficaram disponíveis os vídeos. O da Paula, e o da Fabiana. Estavam entalados. Se vos acontecer o mesmo, apaguem e voltem a enviar.

Pág. 6/6