Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

Ordem

É o que estou a precisar no trabalho. As tarefas são-me atribuídas aleatóriamente, muitas vezes interrompidas para fazer outras que surgem. Acabo por trabalhar em 4-5 projectos ao mesmo tempo. Gosto de levar as tarefas do princípio ao fim, uma de cada vez. Por causa disso, estes últimos dias de trabalho estão a ser extenuantes.

Livros q.b.

LivroTenho que admitir, sou um bocadinho viciado em livros. É uma das minhas paixões, ler. No entanto no último mês tenho lido muito pouco. Não por falta de livros para ler, nem por falta de interesse nos livros que tenho para ler. Mas porque tenho procurado usar o tempo de outras formas.

Mas agora vou voltar a ler, e vou tentar colocar aqui algo sobre as leituras que for fazendo, se as recomendo e porquê.

Vídeo Blogging

Graças ao Pedro Custódio fiquei a saber do Daily Motion. É tipo o flickr, só que para vídeos. Neste momento já coloquei uma área do lado direito para os vídeos, mas pus só um para experimentar. Logo ponho filmes mais interessantes.

Já agora, acabei por fazer umas grandes alterações na barra do lado direito. Retirei a lista de últimos artigos (achei que não fazia sentido, visto que basta fazer scroll para chegar aos outros), e aquela coisada do mapa. E ta,bém reorganizei a ordem das coisas. Dêem a vossa opinião sobre as mudanças, por favor.

Conteúdo teológico

A igreja, em grande parte, pensa que se perde conteúdo teológico se não se tiver a missa/culto tradicional. Que não se vai às questões profundas se não houver um pregador a ensinar do púlpito, e se não se tiver todos os ministérios diferentes da igreja. Depois de um ano a experimentar uma forma mais simples de ser igreja, e depois de muitas experiências e mudanças, posso dizer que isso é totalmente falso.

Nós juntamo-nos para ver filmes, conversar, orar, estudar a Bíblia, comer, passear, jogar, brincar, e sei lá mais o quê. E em todas essas "actividades", há sempre algo de profundo que nos ensina mais acerca da nossa caminhada com Cristo. Mas que ensina de uma forma prática. Vê-se evolução real nas pessoas. Tanto no conhecimento da Palavra, como na prática da Palavra. Isto é igreja a sério.

Experiências de simplicidade

Ser igreja simples permite muitas experiências. É fácil decidir experimentar algo e passar à acção. Tentar coisas novas.

De alguma forma a igreja tem medo de fazer experiências, tem medo de estragar alguma coisa. Connosco não se estraga nada, porque o que nos junta são os relacionamentos que temos uns com os outros. Não há perigo de escandalizar os melhores dizimistas com as novas actividades.