Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

Publicidade

Festa de aniversário surpresa

Hoje fizeram-me uma festa de aniversário surpresa.

Eu estava a combinar uma festa para amanhã. Mas a minha querida esposa resolveu telefonar a todos os meus convidados e fazer com que viessem hoje. Quando chego a casa estavam todos à minha espera. Foi uma surpresa e tanto, não estava mesmo à espera.

Foi espectacular, gostei muito. Obrigado Paula, e obrigado a todos pela grande surpresa :D. Gostei particularmente do detalhe do bolo ter o meu nome em japonês.

Update: Aqui estão as fotos.

Bolo de aniversário
Festa de aniversário

Música adequada

Isto entristece-me um bocado, mas já tenho ido a reuniões cristãs que me fazem lembrar esta música. Muitas vezes as pessoas não pensam a sério sobre o que estão a fazer, fazem-no apenas por tradição. Ou pior ainda, fazem o mesmo de sempre mas com um pouco mais de espetáculo. Mas aquilo expremido não sai nada. O louvor é feito para entreter, a pregação não diz nada nem deixa de dizer, mas é tudo feito de uma forma viva. Pula-se, salta-se, mas é só fogo de artifício. Mais valia porem esta música de fundo. Espero não ter ofendido ninguém, estou a falar de um número pequeno de igrejas, a maioria tem outra música, a marcha fúnebre. E as pessoas que estão lá merecem mais do que isso. É tempo de mudar a "música" para algo vivo e novo, com sinceridade e verdadeiro sentido de comunidade.

Comunidade pegajosa

Uma comunidade, para ser comunidade, precisa de relacionamentos. Os relacionamentos para serem relacionamentos, precisam de comunicação. Como tal, arrisco-me a dizer que a comunicação é a cola principal de uma comunidade. Sem comunicação não há relacionamentos, e logo não há comunidade.

A comunicação vai desde as coisas que as pessoas de uma comunidade têm em comum, como as actividades, as decisões; até ao que as pessoas têm de mais pessoal. A comunicação das coisas em comum deve passar por todos, sem excepção. As coisas mais pessoais devem ser partilhadas com as pessoas com as quais temos mais confiança. Mas tem de haver um pouco de todo o tipo de comunicação.

Quando não se comunica entre a comunidade, principalmente sobre as coisas que são comuns, as pessoas acabam por sentir-se excluídas, e a cola que junta a comunidade começa a ficar fraca. E um dia, a comunidade desintegra-se, sem nada que a une.

Parabéns Fabiana

FabianaHoje é o aniversário da Fabiana, a esposa do Allan. Obrigado Fabiana por seres como és. Tu és uma pessoa que realmente se importa com os outros, que gosta de servir e ajudar a todos. Tu és uma pessoa que tem sempre uma palavra simpática a dizer. Tu és uma pessoa capaz de alegrar uma sala com a tua energia e alegria. Deus te abençoe, e que tenhamos o privilégio da tua presença durante muitos mais anos.

Bufas Teológicas

Bufas teológicas é o termo que o Allan inventou para denominar as anormalidades que por vezes são proferidas na igreja. Infelizmente muitas são ditas por pessoas que pensam estar a dizer coisas sábias.

Hoje soube de uma que acho que vai para além da bufa. Um casal está a ter graves problemas matrimoniais (ele bate-lhe, é super ciumento, etc), ao ponto de ela se querer divorciar dele, mas sempre esconderam a coisa porque ele não queria que se soubesse. Finalmente ele decide ir sozinho ter com o pastor, e fala dos problemas que tem. E o pastor diz algo do género: O vosso casamento é para continuar! Deus vai restaurar o vosso relacionamento! E eu sinto que Deus tem uma chamada para vocês, para depois de o vosso casamento ser restaurado, ajudarem outras pessoas a serem restauradas! Eu profetizo isso nas vossas vidas! E pronto, foi tudo o que esse pastor fez.

Por sorte esse pastor encontra-se a muitos milhares de quilómetros de distância. Porque sinceramente, dá vontade de ir lá ter com esse pastor para tratar da coisa à moda antiga.

Fotos no flickr

Entre as mudanças que fiz anteontem no blog, mudei a forma como aparecem as fotos do flickr. Para quem está curioso por a mesma foto aparecer duas vezes, passo a explicar. A coluna da esquerda são as 3 mais recentes, e a coluna da direita são 3 tiradas aleatóriamente da lista de fotos. Por isso, é sempre possível aparecer uma foto igual nas duas colunas. Foi uma mudança que fiz para que as fotos mais antigas não ficassem esquecidas.

A vida centrada no eu

Nenhum de nós, que seja cristão, gosta de admitir que a sua vida está centrada no eu. No entanto, eu vou admitir. A minha vida está mais centrada em mim próprio do que eu desejo que esteja. Não que o faça de propósito, mas analisando bem, tenho de admitir que sim. E permitam-me dizer que não só eu, mas todos nós.

Quando a minha oração é apenas pedir algo a Deus, então estou a pensar só em mim. Quando estou a pensar nas bençãos que vou receber ao fazer algo para Deus, então estou a pensar só em mim. Quando penso que a minha coroa no céu tem mais uma pérola, então estou a pensar só em mim. Quando penso no que vou receber por dar, então estou a pensar só em mim. Quando aceito Jesus para ir para o Céu, então entou mesmo a pensar só em mim. Quando busco a Deus só quando as coisas não correm bem, definitivamente estou a pensar só em mim.

Que Deus nos ajude a ter a vida cada vez mais virada para Ele e não para nós próprios.

Publicidade

Pág. 1/10