Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

Regularidade de artigos no blog

Bom, eu estava a pensar que ia colocar apenas uns 2-3 artigos por semana, mas parece que na prática tenho tido muito mais a dizer do que pensava. Será que com o passar do tempo o número de artigos diminuirá? Provavelmente sim, quem sabe. Mas para já tenho pelo menos mais dois artigos que estão semi-prepardos para serem colocados. Não sei se serão colocados ainda hoje, mas provavelmente não. Senão esgoto o assunto todo na segunda-feira :).

O que aprender com a YAPC

Este Verão a YAPC EU vai ser em Braga. Não é grande notícia para os programadores de Perl, todos já sabem que vai acontecer. E todos aqueles que estão de alguma maneira ligados ao software livre, sabem o formato que a YAPC costuma ter.

Existem várias coisas que podemos aprender com a YAPC que se devem reflectir nas conferência cristãs. Na YAPC, além dos oradores convidados, qualquer pessoa pode sugerir um tema a apresentar, e se for aceite pelos organizadores, a pessoa passará a ser um dos oradores, e terá a oportunidade de apresentar o tema. Isto é o conceito de dar importância às bases do movimento na sua essência mais pura. Ao "povo".

O que nós precisamos, entre outras coisas, é que as nossas conferências sejam um espaço em que todos têm a oportunidade de se fazer ouvir, em vez de dar oportunidade apenas a uma elite, a um conjunto de nomes sonantes. Não que esses nomes sonantes devam ser calados, antes o que eles dizem deve ser complementado pela vox populi, pela voz popular. A igreja é o conjunto de todos nós, e não somente de um grupo de elite.

Era óptimo ver uma conferência cristã em que seria criado espaço para todos partilharem aquilo que Deus tem estado a falar ao seu coração. Se calhar está na altura de criar algo assim. Se calhar é urgente criar algo assim.

iPod Shuffle


Hoje, estava muito bem a ouvir música no meu novo iPod Shuffle (que comprei em New York), quando de repente ele pára. Fiquei espantado. O que se passa com isto? Deixou de funcionar?

Pois é, parece que a bateria não é eterna. A bateria dura tanto tempo que até me esqueci que de vez em quando tenho de a carregar :). Já faz uns 4 dias que não a carregava.

Católicos e Anglicanos aproximam-se

Conforme visto aqui, os Anglicanos chegaram a acordo sobre a figura de Maria. A parte do artigo que mais me saltou à vista foi este: "Sobre o dogma da Assunção, as duas Igrejas entendem que 'o ensinamento de que Deus levou a Virgem Maria na plenitude da sua pessoa para a Sua glória é consoante as Escrituras e pode, de facto, ser entendido à luz das Escrituras'."

O que eu gostaria realmente que o artigo dissesse é, se realmente a assunção de Maria (ou seja, que Maria ascendeu ao céu sem experimentar a morte) é "consoante as Escrituras", onde é que isso está escrito? Por favor, digam-me. É exactamente este o tipo de atitude que está errado. O tipo de atitude de "isto é demasiado complexo para o povo interpretar por si próprio, por isso nem vale a pena dizer onde está escrito." Mas as Escrituras dizem, na realidade: "Ora, estes [os judeus de Beréia] eram mais nobres do que os de Tessalônica, porque receberam a palavra com toda avidez, examinando diariamente as Escrituras para ver se estas coisas eram assim." (Actos 17:11)

Se as doutrinas de Maria que o catolicismo defende são ou não "consoante as Escrituras" é algo que pode ficar para um outro artigo. O que realmente está a incomodar-me hoje é a atitude de muitos líderes de simplesmente dizerem o que deve ser feito e acreditado, sem que as pessoas façam parte de tudo isso. Pelos vistos é suposto eu aceitar tudo o que dizem desde que os líderes digam que é "consoante as Escrituras".

New York


Times Square
Originally uploaded by Nuno Barreto.

Ontem voltei de New York, depois de ter estado lá desde segunda-feira, para uma conferência de trabalho. A conferência em si não foi grande coisa, mas paciência.

No entanto, foi fixe, deu para passear um pouco, conhecer algumas coisas da cidade. Não achei a cidade muito diferente de Lisboa, para dizer a verdade. Tudo bem, existem muitos pormenores diferentes, mas mesmo assim não é tão diferente quanto pensei...

Coisas que gostei mais de ver: a Grand Central Station e a Catedral de St. Patrick. Ver a cidade do cimo do Empire State Building tambem foi fixe, apanhei 15-20 milhas de visibilidade.

O pior: O metro é uma porcaria. Se o metro de Lisboa fosse assim, caía o governo.

Uma coisa curiosa: Senti-me em casa lá. Talvez por já estar habituado a ver tantas daquelas coisas nos filmes. Ou será outra coisa? Será que aquilo a que estou destinado passa por lá? Não sei.

Como...

Estava a falar com a minha Paula, e ela disse-me algo que achei bastante importante. Muitas vezes, nas pregações, fala-se de muitas coisas: O quê, quando, etc. Mas raramente se fala no Como. Como posso aplicar na minha vida aquilo que está a ser ensinado? Qual é o aspecto prático da mensagem que está a ser passada?

Penso que todas as mensagens devem passar da teoria para a prática, ou então a mensagem não estará a ser passada como deve de ser. Por favor, vamos começar a reservar espaço para falar; melhor, para discutir o como praticar a mensagen de Cristo nas nossas vidas.

Instituição vs Organismo

Temos muito a aprender quando observamos uma colmeia. Se olharmos com atenção, vemos que um habitat bastante complexo funciona sem que haja uma organização demasiado estruturada. Existe um indivíduo principal, a que chamamos rainha, mas essa rainha não dá ordens às outras abelhas, simplesmente desempenha a sua função. E todas as abelhas desempenham a sua função, sem necessidade de qualquer hierarquia. Todas sabem quais as suas funções e as desempenham. E quando chegam a um determinado tamanho, criam uma nova colmeia, com uma nova rainha.

Por alguma razão, a igreja mudou bastante nesse aspecto. No início a igreja funcionava assim, como um organismo. Não existia uma hierarquia clara. Existiam apóstolos, anciãos, profetas, evangelistas, e todos desempenhavam a sua função, assim como todos os outros membros da igreja. Mais tarde a igreja começou lentamente a hierarquizar-se, até que chegamos ao momento actual, em que a maioria das igrejas parece-se mais com uma empresa (em termos de hierarquia) do que com uma comunidade.

E essa hierarquia, que pensava-se que facilitaria o desenvolvimento da igreja, criou diversos problemas: Líderes exaustos por terem de fazer quase tudo. Membros apáticos, que em vez de desempenharem naturalmente a sua função, limitam-se a assistir aos eventos. Pessoas frustradas com a falta de sentido de comunidade. E outros problemas poderiam ser apontados.

Quem ganha com a hierarquização da igreja? Penso que ninguém. Se ninguém ganha nada com isso, talvez esteja na altura de fazermos algo para mudar...

Igreja Simples

A igreja transformou-se ao longo dos anos. Deixou de ser um organismo para tornar-se uma organização. Apesar de algumas pessoas continuarem a ser a igreja viva, a organização que foi criada muitas vezes limita as capacidades dessas pessoas.

Este espaço procura ser, entre outras coisas, um espaço de discussão de como a igreja deve ser, principalmente virado para a realidade portuguesa. Espero que isso possa ajudar a que a igreja se torne novamente num organismo simples, vivo, dinâmico, que se multiplica a cada dia. Uma verdadeira comunidade.

Pág. 3/3