Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

Mas que coisa é essa, a igreja emergente?

Devido a um debate aceso no mukankala, e contra a própria sabedoria que me diz que deveria ficar à margem da discussão, resolvi fazer um comentário no qual baseei este artigo

A igreja emergente é um termo semelhante ao termo reforma. Não há unidade teológica, como não havia entre os diferentes movimentos reformadores protestantes. Pegar, por exemplo, em Zwingli, e generalizar para todo o movimento reformador protestante, é um erro crasso.

É verdade que existe um tema principal para o movimento emergente, como havia para a reforma protestante (a salvação pela graça). E esse tema é: A igreja como agente missiológico na terra, livre de instituição e hierarquias, simples, um organismo vivo cuja cabeça é Jesus, e onde a vida cristã é uma vida de comunidade e de compartilhamento.

Se hipotéticamente, a igreja emergente se trata de uma reforma da igreja, como a reforma protestante, então é natural que os líderes das igrejas actuais a critiquem, como o fizeram os líderes católicos no tempo de Lutero. Se criticar o que está mal e fazer algo novo é errado, então porque não voltam todos os protestantes às suas origens católicas?

No fim das contas, são sábias as palavras da bíblia: "Por isso o que vos aconselho é que deixem estes homens em paz. Se o que ensinam e fazem é só deles, em breve desaparecerão. Mas, se for obra de Deus, não poderão impedi-los, não vá acontecer vocês acabarem por lutar contra o próprio Deus." (Actos 5:38-39)

7 comentários

Comentar post