Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

A economia portuguesa e a emigração

Como a maioria dos meus leitores sabem, em Novembro emigrei para a Suíça. Na altura não foi para fugir da crise, foi mais por um conjunto de factores que conspiraram nesse sentido. Mas ultimamente a crise em Portugal tem provocado em mim alguma preocupação, e hoje em especial fui levado a ver os vídeos do Medina Carreira, que é uma pessoa que eu não conhecia bem, mas que se tem tornado bastante popular (Talvez por dizer as coisas como elas são). Talvez por causa dessa crise, os pedidos de informação no meu blog O Emigra têm se multiplicado bastante. É raro o dia que não há alguém que me pede ajuda ou informações.

O que me tem feito pensar um bocado na famosa temática de: "Se o País está mal, tens é de ficar cá e ajudar a desenvolver o País". E que: "Quem Emigra está a ser cobarde". E outros piropos simpáticos que de vez em quando oiço. Por curiosidade, nestes últimos meses esses piropos mudaram para: "Tu é que fazes bem", mas estou a divagar. Falava da emigração e das suas consequências para a melhoria económica da nação.

Nesse aspecto, posso dizer que a melhor coisa que fiz para Portugal, foi emigrar. A sério. Por mais que puxe pela cabeça, não consigo lembrar-me de nada que estivesse a fazer que estivesse a ajudar a situação económica da nação. Trabalhava, pagava os meus impostos (sim, todos), mas não sinto que estivesse a melhorar a economia em nada. Mas pronto, suponho que o simples facto de fazer isso já ajudava de alguma forma, e que se todos o fizessem a economia já melhoraria bastante, mas pronto. Também não era activo na política do País, embora fosse (quase) sempre votar.

Desde que vim para cá, estou a injectar na economia portuguesa muito mais dinheiro do que o que pagava em impostos aí, e quase sem custos para o País. Consigo imaginar que um milhão de pessoas a fazer o mesmo que eu (a não darem despesas ao estado e a injectar muitos milhares de milhões de euros na economia portuguesa) poderiam provocar uma melhoria significativa na economia. São as famosas remessas dos emigrantes.

Por isso, gostava de incentivar um milhão de portugueses a emigrar para um País mais rico. Ajudem o País: Emigrem. Está mais que sabido que o problema de Portugal são os portugueses, por isso, quantos menos houver aí, melhor. Eu já fiz a minha parte, faz tu também a tua.

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/3