Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simplice

A vida é simples

Simplice

A vida é simples

Publicidade

Instituição vs Organismo

Temos muito a aprender quando observamos uma colmeia. Se olharmos com atenção, vemos que um habitat bastante complexo funciona sem que haja uma organização demasiado estruturada. Existe um indivíduo principal, a que chamamos rainha, mas essa rainha não dá ordens às outras abelhas, simplesmente desempenha a sua função. E todas as abelhas desempenham a sua função, sem necessidade de qualquer hierarquia. Todas sabem quais as suas funções e as desempenham. E quando chegam a um determinado tamanho, criam uma nova colmeia, com uma nova rainha.

Por alguma razão, a igreja mudou bastante nesse aspecto. No início a igreja funcionava assim, como um organismo. Não existia uma hierarquia clara. Existiam apóstolos, anciãos, profetas, evangelistas, e todos desempenhavam a sua função, assim como todos os outros membros da igreja. Mais tarde a igreja começou lentamente a hierarquizar-se, até que chegamos ao momento actual, em que a maioria das igrejas parece-se mais com uma empresa (em termos de hierarquia) do que com uma comunidade.

E essa hierarquia, que pensava-se que facilitaria o desenvolvimento da igreja, criou diversos problemas: Líderes exaustos por terem de fazer quase tudo. Membros apáticos, que em vez de desempenharem naturalmente a sua função, limitam-se a assistir aos eventos. Pessoas frustradas com a falta de sentido de comunidade. E outros problemas poderiam ser apontados.

Quem ganha com a hierarquização da igreja? Penso que ninguém. Se ninguém ganha nada com isso, talvez esteja na altura de fazermos algo para mudar...

Publicidade

1 comentário

Comentar post